terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

E, cada dia que passa, mais me convenço que...


"Se procurámos uma mão para nos ajudar, vamos encontrá-la na extremidade do nosso braço".


É bem mais seguro e confiável. É que nunca sabemos quando a mão alheia se prepara para nos enterrar ainda mais.



4 comentários:

GATA disse...

Eu tenho um problema: custa-me confiar nas pessoas, eu tento mas estou sempre com um pé atrás. Raramente peço ajuda, porque não gosto de incomodar nem de me sentir vulnerável, até porque afinal não se conhece ninguém... Eu já levei muitas estaladas da vida e "gato escaldado..."

Karochinha disse...

Mas às vezes existem mãos que aparecem do nada....daquelas que nem se espera e nos ajudam muito mais do que outras que sempre estivera por ali perto!
Beijocas e que as mãos certas te ajudem...
Beijocas nossas ;)

A Minha Essência disse...

Um abraço bem apertado. ;)

Abobrinha disse...

A maior parte das pessoas não presta. E isso é um facto. Temos sorte quando encontramos uma que vale. E temos sempre a nossa própria mão, claro...

Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso