segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Do não....


"Uma mulher perdoará um homem por tentar seduzi-la,
mas não o homem que perde essa oportunidade quando ela lhe é oferecida."



Charles Talleyrand-Périgord

 
 
As mulheres são mesmo assim? "Atiradas" assim para a "vingança"?
 
E os homens? Como será que reagem quando recebem um não? Ficam impávidos e serenos?
 
Mas o que leva alguém a impor a sua presença quenado não é desejado(a)?
 
E, já agora, se acham o tema dos R.E.M. deprimente é porque nunca ouviram o tema que se segue.
 
Está sempre associado a amores impossíveis.
 
Vejamos:
 
Não pode amar. Não pode beijar. Nãopode sentir. Não pode abraçar. Não pode estar junto com a pessoa que ama. Tem que deixar partir a pessoa que ama e, ainda por cima, tem que ser forte e continuar em frente porque não pode deixar de amar?
 
Fosga-se...já estou deprimida....
 
A música é esta.
 

12 comentários:

GATA disse...

Não diria "vingança" mas se sinto que não sou desejada, afasto-me: não gosto de impor a minha presença a ninguém, e detesto senti-me a mais.

Orquídea Selvagem disse...

Olá Ni :)

Um não custa sempre muito a receber. Seja porque motivo for.
Mas acredito que uma mulher ressabiada seja muito mais "perigosa" do que um homem.

Agora... amores impossíveis sempre os houve... talvez hoje em dia não tão frequentes como em tempos mais remotos, uma vez que as sociedades estão cada vez mais abertas e menos castradoras e as pessoas são mais espontâneas, com valores e códigos de moral cada vez mais "soft".

A música é muito bonita, cantada numa voz angelical... e se não estivermos atentos ao significado das palavras, até pode resultar como um momento doce e tranquilizante.

Bom dia para ti sempre bem disposta :)

S* disse...

Ai mulher... estamos no mês dos namorados... escolhe uma coisa mais alegre. :D

NI disse...

GATA, podia ter sido eu a escrever essa frase.

Orquídea, também acredito apesar da minha postura seguir a linha da apresentada pela GATA. Quanto à música, é só uma das minhas preferidas. E como as músicas "deprimentes" me dão força para continuar é o que ouço com mais frequência.

S*, para al+em de gostar de músicas de "dor de corno", acho que já perdi o jeito para namorar. Mas sou boa "casamenteira". Isso ajuda? Ahahahahahah

Beijos

Carolina Tavares disse...

Lindíssima a música. Não vi este filme, vou procurar ver.

Eli disse...

Acho que isso não depende de se é homem ou mulher...

:)

desejo disse...

Uma voz bonita, mas uma letra com demasiada carga negativa.
Gira a moça.
:)

Confuskos disse...

NI... boa "casamenteira"! ?? Ah ah ah!! Ainda não vi nada, mas acho bem responderes à pequena S* com uma piada!!

Mas primeiro que tudo isso das "músicas de dor de corno" tem direitos de autor, sim!? (à e tal, nasci para ser advogada a Lei a Justiça, blá, blá, blá... na altura de pagar os direitos de autor, "xau aí que se faz tarde"!! - acho mal) :P

Em relação ao post, não sei o que leva as pessoas a impor a sua presença, mas já vi tirar muitos dividendos a quem o fez..!! Eu não sou assim, mas da minha (curta) experiência de vida, movido pelo meu (enorme) poder de observação, diria que são esses que têm razão. As mulheres gostam de gajos bons, se forem bestas e/ou parvos, só depois os dispensam.

Há por aí muita mulher... "carente" (eu comecei por escrever uma expressão bem mais agudizada, mas retiro-a) e claro que perdoam, se ele as souber jogar, voltam a abrias... os braços para os receber (e vão duas)! Ah ah ah!!

Beijinho* senhora que se julga a "casamenteira do povo"! :P

NI disse...

Carolina, o filme é bom apesar de afectar a minha glândula lacrimal :)

Eli, exactamente. Daí ter colocado a questão sem discriminação sexual. :)

desejo, isto sim é um tema deprimente. :)

Confuskos, meu querido, ainda tu usavas fralda e eu já utilizava esse termo. Mais, ainda, tenho a certeza que não fui eu quem o inventou. E sou casamenteira sim. Mania de me contrariares. (andas outra vez a meter-te comigo, não andas?). Ahahahahah


Beijos

Confuskos disse...

Se calhar ando, pode ser um bom sinal, pode ser que em breve jantemos rodeados de boas companhias e pessoas novas para conhecermos! (pode ser que aí me calhe alguma coisa do teu "poder" de "casamenteira") Ah ah ah!!

Beijinho*

só 1 mulher disse...

Não gosto de impor a minha presença, mas antes de desistir, gosto de tentar uma ultima vez...

1 beijinho

Eu Mesma! disse...

Ni...
As mulheres fazem juz à frase ... "a vingança serve-se em prato frio...."

sim...
somos vingativas e somos muito más ... quando queremos mas...

somos parvas, totós e acreditamos no Pai Natal... em todos os restantes dias do ano :)

Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso